quarta-feira, 29 de abril de 2015

Riachuelo perde um ícone popular: Seu Antônio Paulo da Geléia



Não era bem assim que eu queria voltar a postar aqui no meu Blog depois de um longo período sem postar. Mas eu jamais poderia deixar de vir aqui fazer essa homenagem a este homem que foi um ícone popular em nosso munícipio. Seu Antônio Paulo, conhecido como o homem da geléia, era uma pessoa muito carismática, respeitado e querido aqui na cidade de Riachuelo - RN. Muito religioso, assim como muitos, também foi um dos pioneiros, das pessoas que dedicaram suas vidas a servir na Igreja Católica. 
Ele também era uma das pessoas de frente do tradicional Forró dos idosos. Gostava de fabricar produtos e remédios caseiros, desde garrafadas, lambedores, e óleo de coco. 

Popularmente conhecido como vendedor de suas famosas geléias, desde meados dos anos 80, ou talvez até muito antes disso. Quem foi criança nessa época deve lembrar muito bem. Inclusive, por falar nas suas geléias, exatamente no dia 24 de novembro de 2012, as 16:23 da tarde, estávamos eu e um grupo de amigos comemorando algo em frente ao Centro Pastoral, quando de repente avistei uma cena que me fez parar e me trazer de volta ao meu tempo de criança. Era o Seu antônio vendendo geléia. Era o Seu Antônio fazendo uma das coisas ele sempre fez a vida toda.  No mesmo instante fui até ele e comecei a conversar, meio sem acreditar naquilo, fiquei tão empolgado, pois fazia muitos anos que não via aquela cena. Nostálgico como sou, fiz questão de comprar e experimentar pra sentir novamente aquele gostinho de infância. Claro que eu também não podia deixar de registrar o momento, e pedi pra bater umas fotos. Ele ficou muito feliz. E então ficamos por um tempo conversando sobre coisas de antigamente de Riachuelo, e alegre ele me falava com tanto orgulho, tanto entusiasmo. Disse que sabia sobre muitas coisas de antigamente e que tinha muitas histórias pra contar. Perguntei então se ele não gostaria de fazer uma entrevista para este blog e de imediato ele respondeu que sim, que seria um grande prazer. Só que infelizmente isso não foi possível. 

O tempo passou, eu me acomodei, não dei mais continuidade as postagens aqui do blog e assim perdi a rica oportunidade de deixar escrita e marcada as belas histórias deste que foi um grande homem e que com certeza Riachuelo não se esquecerá. Infelizmente apenas tive a intenção, mas não coloquei em prática. Com isso fica a lição de que não podemos esperar demais pra se fazer algo. Se sentir vontade, faça! Porque depois de perdida, uma oportunidade as vezes não volta. Mas fica aqui a minha sincera homenagem a este homem que tanto contribuiu culturalmente, e socialmente para com a sua terrinha querida. Vai em Paz seu Antônio. E que Deus te receba de braços abertos em seu novo lar. 




(Fotos: Ricardo Bevenuto)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...